segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Mesa 27

Votaram 529 das 1044 pessoas inscritas*; 9 em branco, 7 de modo nulo.

Queira por favor observar o quadro de que antecipo três factos surpreendentes:
- a vitória estratosférica de Maria de Belém, com 45,9% dos votos;
- o retumbante 3.º lugar de Vitorino Silva, 13,0%;
- o resultado ultravexatório de Marcelo, 1,7%.

Levei cinco minutos a encontrar uma explicação tecnicamente razoável para o sucedido, que me dispenso de revelar aqui.
Ao fim de outros cinco, descobri a razão antropológica que, a meu ver, explica tudo:
secretariada por uma "parola", com um escrutinador que tem "dias" e outro que não bastando ser "calhas" permanece "calado", tudo seria de esperar da mirabolante secção de voto n.º 27 da União das Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela.

Ou seja, o escrutínio das presidenciais está falseado. Eu, se mandasse, determinaria imediatamente a repetição do acto eleitoral e previno desde já que, se forem repetidas, voltarei, consciente e inconsequente, a pôr a cruzinha na letra V.
_______________________________________
* Marisa Matias diria pessoas e pessoos...