segunda-feira, 20 de março de 2017

Equinócio soalheiro

Às 11h00 de hoje, Daniel Belo, formado em Jornalismo pela Universidade de Coimbra, veio ao microfone da emissora nacional noticiar o equinócio de minutos antes, às 10h29, aproveitando para saudar a «manhã solarenga» com que a Primavera estava a brindar os indígenas.

Ainda há tempos o meu fascista de estimação, dos mais cuidadosos na gramática, incorria no disparate: «[...] havia para aí uns patifes que adquiriam casa em área solarenga e julgavam que podiam escapar impunes, a bronzear-se no terraço e a gozar com os pobres. [...]»
"Pelos caminhos de Portugal" | DN, 07.Ago.2016

Erro recorrente, o emprego de solarengo por soalheiro ou ensolarado, agravadamente inadmissível na fala ou na escrita dos que têm dever de ofício.*
____________________________________________
* Não é o meu caso, que pago para os escutar, lê-los e aprender com eles.